SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


sábado, 16 de março de 2013



A ESTRÊLA DE SALOMÃO
“O homem deve ser como uma pedra polida (o cubo) que surge como uma pedra bruta, irregular, multiangulada, instável, e que, ao ser lapidada revela toda a beleza contida que existe em todas as coisas da natureza. O ser, enquanto não for também lapidado, não será aceito no Castelo da Perfeição.”
Deve trabalhar a capacidade de se revelar, de se perceber claramente, para ver o que em si pode ser lapidado de maneira a expressar-se em Verdade e Beleza.

Este trabalho, no campo da Filosofia Hermética, pede primeiro para separar a fé do conhecimento, para depois sintetizá-los numa totalidade harmoniosa. É necessário saber quais os impulsos provêm do Triângulo Superior e quais provêm do triângulo Inferior, na Estrêla de Salomão. É preciso desenvolver uma receptividade consciente para os princípios vindos do Alto, assim como uma capacidade de avaliação das manifestações densas de Baixo. Do Alto vem o preceito “ama o teu próximo”. Mas como e o que amar nele? O que fazer para ele? A resposta é: ”amar como a si mesmo”, e isto só pode ser aprendido no plano da involução do Triângulo Inferior. Assim temos que conhecer os ideais elevados e a aspiração à Reintegração e, paralelamente, observar e estudar o nosso próprio egoísmo, para poder interligá-los pelas grandes leis.
É absolutamente necessário saber elevar-se da Terra para o Céu e voltar de novo....buscando os princípios em suas fontes no Alto e suas manifestações no Baixo. Então nossa Virtude adquirirá força plena, e quaisquer trevas desaparecerão do coração.
EU SOU LUZ
Quando estivermos prontos para assimilar o que é sutil, então seremos mais virtuosos e por meio das correntes que formaremos e através delas, essa Virtude penetrará tudo o que é denso, vencerá a inércia egoísta das massas.
EU SOU EU SOU EU SOU

Nenhum comentário:

Postar um comentário