SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


domingo, 30 de dezembro de 2012


NOVOS VALORES: 
O ESPIRITUALISMO COMO BASE DE VIDA 

O espiritualismo como base de vida é mais do que se voltar para as coisas divinas. Caracteriza- se por alcançar a felicidade vivendo na equanimidade (não alteração de ânimos) e não no prazer (“que bom, consegui vir”) ou na depressão (“eu queria tanto ter ido”).

Mais do que frequentar cultos, orar, estudar, trabalhar com mediunidade, fazer a caridade material, buscar o místico, fazer a reforma intima é se reconhecer como espírito tendo uma experiência como ser humanizado e pautar sua vida por valores que atendam às necessidades do espirito e não da carne.

E quais são essas necessidades do espirito?

A única e maior necessidade do espirito é aproximar-se de Deus. Aproximar-se de Deus no coração é libertar-se deste aprisionamento a regras humanas para achar o Deus que ali já está!

Aproximar-se de Deus é aprender a viver pela ‘graça divina’, é ousar deixar que o ‘espirito de Deus’ dirija sua vida e não pautar sua vida pelos desejos da natureza humana, materialista.

Aproximar-se de Deus é se entregar e confiar na lei superior que age em todas, com Inteligência Suprema, Justiça Perfeita e Amor Sublime, dando a cada um exatamente o que cada um precisa e merece em cada agora.

Aproximar-se de Deus é aprender a amar a todos de forma incondicional, ou seja, independente de seus feitos.

Como diz nosso ‘amigo espiritual’ Joaquim: “Amar a todos é amar é amar ao bandido, ao assaltante, ao estuprador, porque todos são filhos de Deus! Ou não foi isso que Cristo fez com os judeus que o acusaram e o mandaram para a cruz? Ou não foi isso que o Cristo fez com os soldados romanos que matavam os judeus? Com as prostitutas? ‘Perdoa pai, eles não sabem o que fazem!’ E vocês não perdoam...caem de pau em cima deles...e dizem que fazem isso em louvor a Cristo...pela lei do Cristo...qual é o nome disso hein?? Qual é o nome de fazer uma coisa que é contrária àquilo que você diz que acredita...Hipocrisia! Essa foi a grande batalha de Cristo: ‘Ai de vocês professores da lei, fariseus e hipócritas’... e até hoje continua...o ser humano é hipócrita por natureza...e se torna hipócrita porque estabelece leis humanas, diz que são divinas, e as segue querendo aproximar-se de Deus....quando a lei de Deus não fala nada daquilo que a lei humana fala...”

Há uma diferença entre o anseio humano e o anseio espiritual. As normas humanas são feitas para preservar o anseio humano. E as normas espirituais são feitas para preservar o anseio espiritual. E os dois anseios são antagônicos!

Quem não vive para o espirito, está morto para o espirito.

Para aquele que quer estar vivo, aproximar-se de Deus, é a primeira coisa que ele precisa ter em mente. Descobrir, naquele momento qual o anseio humano e qual o anseio espiritual e fazer a sua opção! Ninguém vai poder culpar ninguém se alguém quiser optar pelo anseio humano e abandonar o anseio espiritual. Porque a reforma intima, que é justamente esta mudança de anseio, não é obrigatória. É fruto do livre arbítrio!

"Se alguém passar esta encarnação toda e não fizer nada no sentido de aproximar-se de Deus ou seja, no sentido de libertar-se do anseio humano, ninguém vai lhe crucificar nem acusar de nada. Só vai dizer: ‘ó, volta para o fim da fila e começa tudo de novo’..."
_________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário