SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

O PENSAMENTO FIXADO NO ‘DOMINAR’ parte 2 
(texto inspirado nas palavras do amigo espiritual Joaquim em preparando-se para viver)

A HUMANIDADE É FIXADA NO DOMINAR A humanidade está cada vez mais adoecendo, não suportando mais viver espremida, limitada, contraída, por vir sendo obrigada, cada vez com mais intensidade a cada estágio da civilização, a viver obediente aos valores materiais.
Estes valores a convocam, acima de tudo, a sempre ter de ganhar e ter um medo sufocante de perder. A humanidade está entrando em colapso, está doente mentalmente; e qual é a sua doença mental? é o próprio sistema humano de vida! sistema de guerra, que pede a necessidade de dominar e fazer com que o outro, a qualquer custo, seja derrotado. “O inferno é o outro”, porque sempre interfere na tão desejada e buscada vitória...
O sistema de vida humano estabelece para todos os que desejam viver como humanos, algo que na prática da vida é impossível: ‘ganhar sempre’. Em nosso mundo, todos o sabemos, existe o ganhar e o perder. Então o natural, o normal, é que estes dois momentos se alternem na vida das pessoas. Porém a humanidade resolveu viver de uma forma ‘anormal’ e prender-se à necessidade de ganhar ‘sempre’.
Observando como ocorre este mecanismo, o ‘querer ganhar’, verificamos que ele se manifesta em ‘tudo’! Ao expressar uma opinião, ninguém pode discordar. Porque senão há conflito. Todos têm que fazer as coisas do jeito que ‘eu quero’; ‘porque eu sei, eu estudei, eu analisei, eu vi, eu entendi, eu, eu, eu’...
Desde que a criança nasce, todo seu treinamento na família, na escola, na sociedade, nas relações, é feito em termos de mobilizar aquele ser para ganhar sempre, ter o domínio, ter a vitória. Desde os maiores feitos até o mais insignificante, querer que os outros o obedeçam e façam a sua vontade, satisfaçam a seus desejos, lhe dêem razão, o apoiem, o aplaudam, reconheçam seu valor e digam que ele é o maior, o melhor, o mais sábio, o mais bonito, o mais bem vestido, o mais rico, o mais bondoso, enfim ‘o mais’...Querer que os outros sigam os seus parâmetros. Sigam suas normas. Sigam suas leis. Parâmetros sociais, normas, leis, as quais podemos nitidamente perceber que, com o passar dos tempos, cada vez mais aumentam em quantidade e em detalhamento.
Domínio. Vitória sobre o outro. Para não deixá-lo ganhar!  E o que impulsiona este aprisionamento? Por que não abrimos mão de nada? Não abrimos mão em momento algum da nossa vitória! Por que? Porque além de querermos ganhar, temos medo de perder. O medo de perder faz com que o ser, mesmo sofrendo, mesmo em conflito, mesmo infeliz, sujeite-se a perpetuar o mecanismo que pede a dominação; esteja sempre em luta contra todos para impor a sua vontade! Só que o perder faz parte da vida. Mesmo que nós lutemos por nos impormos, tem um momento em que o outro acabará se impondo.
O pensamento de dominar é o pensamento de um e do outro. De todos. Todos pensam e querem e agem desta forma. Então, se nenhum dos dois cede nunca, aí está estabelecido o conflito, a discórdia, a contrariedade, a guerra.
Sustentar situações como esta, cotidianamente, na família, no trabalho, na escola, em todas as relações, vai se tornando algo insuportável. Porque atenta contra a natureza natural da vida. Que pede alternância, uma vez um ganha e o outro perde; outra vez um perde e o outro ganha. Sem dramas, sem menos-valia, sem tristezas e ressentimentos.
Porém tem mais.  Ao exercitar este mecanismo, a humanidade o mantém através do aplauso. Aplaude e pede bis. 'Sim, vá mais ! Você pode ganhar! Você deve ganhar! Busque a vitória em tudo. Não aceite derrotas! Siga lutando!' E assim o ‘boneco’ continua se sujeitando e se aprisionando cada vez mais. O prazer fugaz da vitória momentânea é perseguido com unhas e dentes. Não dá brecha para que se cogite outra forma de viver e de ser. E quando a vitória não vem, porque às vezes ela não vem, o sentimento de dor, de fracasso, de derrota, enche os consultórios em busca de um alivio que só a consciência pode dar.
Mas você pode perder, saiba disso! Porque a vida é feita de altos e baixos, de vitórias e derrotas. Também esteja preparado para perder! É 'normal'...

parte 3 ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário