SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


sexta-feira, 2 de junho de 2017

CARTAS HELENA ROERICH (1929-1938) VOL I TOMO 1
CARTAS PARA A AMÉRICA



  

3.
19 de outubro de 1929

        Hoje, escrevo usando as palavras do Grande Mestre sobre os Sacramentos da Hierarquia. Verdadeiramente, isto é um sacramento porque se baseia na lei imutável e exata do Ímã Cósmico, que leva todos os seres à perfeição. É necessário conscientizar clara, precisa e amplamente a Hierarquia como o único caminho para o progresso. Devemos conscientizar toda a corrente da Hierarquia, segurando fortemente o elo mais próximo a nós. Ai daquele que desejar saltar este elo, rompendo assim sua conexão. É impossível alcançá-lo outra vez porque o ritmo do movimento de toda a corrente levará para longe o elo salvador. Este erro é realmente grave! Quanto tempo será perdido em tentar recuperar o elo que ressôa ao chamado! Mas o novo elo será diferente em seqüência e tensão porque o anterior foi levado na aspiração rítmica de toda a corrente da Hierarquia.
       «A submissão do inferior ao superior representa a base de todo o Cosmos. A submissão do inferior ao superior trará a purificação. Mas a humanidade submete ao inferior aquilo que deveria dominar. Quando o superior prevalece, ocorre a transformação do inferior. Esta transformação cria uma seqüência valiosa que cresce infinitamente. Por transmutação queremos dizer a submissão do inferior ao superior, e queremos afirmar a consciência da humanidade no processo do avanço para o infinito».
       Portanto, não adiemos a transformação de nossas consciências. Lembremo-nos da Hierarquia que guia, e honremos o mais próximo, o Guru da Terra. «O Guru da Terra é dado para a reverência, para o progresso, para a unificação e para a construção». Negligenciando o Guru, depreciando o Guru, negligencia-se e diminui-se o Grande Mestre que nomeou o Guru, porque o Guru representa o Grande Mestre. Lembremos de que maneira sagrada os Senhores da Luz honram os Sacramentos da Hierarquia. O Hierarca porta a Síntese do Cálice e, portanto, Ele abrange tanto a obediência quanto o comando. Aquele que não conhece a arte da obediência não alcançará a arte de comandar. Belos são estes dois conceitos. A submissão consciente está próxima do comando. Depois da firme conscientização da Hierarquia, começaremos, de todo nosso coração, a compreender de modo mais profundo o Ensinamento da Vida. Dói o coração sentir como aqueles tesouros que o Mestre oferece tão generosamente são pouco compreendidos. A nova raça será educada nestes tesouros. Reflitam sobre a majestade do que é dado! Sinto-me atemorizada quando penso sobre a responsabilidade que tomamos quando aceitamos estes tesouros, sabendo que entre nós estão aqueles que ainda não compreenderam todo o seu valor para a humanidade. E o que é dado para a distribuição como o mais importante alimento para almas famintas, aquilo que deveria permanecer na base da evolução nova, permanece com elas sem valorização ou promulgação. Sintam o chamado do meu espírito! Releiam seus próprios tesouros quantas vezes puderem, colecionem todas as migalhas, e unam-se a elas com todo seu ser. Elas lhes darão uma compreensão muito ampla e clara dos problemas mais complicados da vida! A única maneira será absorvê-la, e a alegria austera do progresso infinito encherá seus corações. Meu coração anseia por inspirá-los com a alegria da majestade e da beleza que o Ensinamento da Vida lhes revela. Novas almas virão e se multiplicarão. Devemos ser capazes de retê-las. E necessário dar a todos de acordo com suas consciências. Nada atrai tanto as pessoas como a palavra necessária que libera suas mentes e lhes dá novas possibilidades. Todos os seres são atraídos para a Luz. Esta é a primeira lei do Cosmos. O Ensinamento e a capacidade de propagá-la em sua comensurabilidade total é o ímã que atrai as pessoas e todas as possibilidades. Ele é aquela armadura que resistirá a todos os ataques, aquela fonte que trará uma alegria infinita. Mas ele deveria ser aceito pelo coração, e não somente pela cabeça.
       Amem-se uns aos outros, respeitem-se uns aos outros, mas que a vida interior de cada um de vocês seja o seu próprio Sagrado dos Sagrados. Vocês são unidos pelo Mestre, pelo Ensinamento e pelas ações, mas vocês não são juízes uns dos outros. O juiz pode facilmente tornar-se o julgado aos olhos do Mestre. Suas medidas não são às iguais às nossas medidas terrestres. Devemos sempre lembrar-nos disto. E uma pedra atirada em um irmão pesará como uma carga volumosa. Depois de aceitar a Hierarquia, absorvam o Ensinamento; porque a única alegria indestrutível é a alegria da ampliação da consciência, o que nos leva até o mais elevado Sacramento da Existência, onde todas as nossas aspirações mais sagradas encontram sua materialização, pois a Realidade Superior está acima de toda a imaginação humana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário