SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


sexta-feira, 2 de junho de 2017

CARTAS HELENA ROERICH (1929-1938) VOL I TOMO 1
CARTAS PARA A AMÉRICA






4.
13 de outubro de 1929

       Ultimamente tenho pensado muito sobre os membros do seu grupo. Uma vez mais, estou convencida de que ninguém pode ser substituído e de que todos são necessários. E como é simples, em tais circunstâncias, alcançar a completa harmonia que garante a vitória em todas as direções. Mas meu coração sente que existe algo impedindo esta unidade. Qual é o remédio? Claro que a única solução é a compreensão do Mestre e do Ensinamento pelo coração, e não só pela cabeça. Portanto, devemos prestar atenção ao desenvolvimento de nosso coração, aquele órgão admirável que inclui em seus numerosos centros toda a criatividade e a vida psíquica. Sem o desenvolvimento dos centros do coração, somos estéreis; não há criação da vida psíquica; não há vida nas esferas superiores; e a coroa do Arhat é inacessível. Somente com nossos corações somos capazes de nos aproximar da consciência do Arhat, do Mestre porque Sua consciência está no coração. A humanidade tem uma compreensão obscura do Arhat, mas é impossível progredir sem essa compreensão.
       No livro «Hierarquia» lemos:
       «É costume pensar em um Arhat como um habitante das nuvens. Os registros do impulso do pensamento são terríveis e grotescos. Na verdade, Nós, os Irmãos da Humanidade, não Nos reconhecemos nos conceitos humanos. As Nossas imagens são tão fantásticas! Nós cremos que, se as pessoas aplicassem suas fantasias exatamente ao contrário, Nossas imagens assumiriam sua forma verdadeira... Tudo tomaria uma nova dimensão. Tudo seria incrível. Tudo se dissociaria da realidade. No caminho para os mundos superiores, digamos: «um Arhat é ilimitado em todas as manifestações... um Arhat caminha carregando o poder do Ímã Cósmico em seu coração»!
       Mas vejam como esta Imagem se expressa na Consciência Superior.
       «O coração de um Arhat é como o coração do Cosmos. O coração de um Arhat é como o fogo do Sol. A eternidade e o movimento do Cosmos enchem o coração do Arhat. Maitreya vem vindo, radiante com todos os fogos. Seu Coração flameja de compaixão pela humanidade carente. Seu Coração flameja com a afirmação dos novos Mandamentos».
       «Entre as pessoas existe um conceito de Arhats privados de vida, e pobres «iogues» povoam a imaginação dos homens com suas próprias imagens. Mas quando a humanidade conscientizar-se de que o Arhat é a manifestação mais elevada da Matéria Lúcida, ela compreenderá que não há diferença entre a Matéria Lúcida, doadora da Luz, e a matéria de amor, que envolve tudo com Luz. A humanidade reveste o Arhat de uma imagem austera, porém a Matéria Lúcida irradia amor… Quando será possível iluminar o homem com a Nossa Imagem»?
       «A mente compreende com dificuldade a pureza das esferas superiores. Para aquele que tem consciência do caminho para Nós, diremos: "Andai pelo caminho do amor. Andai pelo caminho do trabalho. Andai pelo caminho do escudo da fé"! Para aquele que encontrou Nossa Imagem em seu coração, diremos: "Andai pelo caminho do coração e o Cálice afirmará o caminho"! Para aquele que pensa que alcançou o caminho pela presunção, diremos: "Ide aprender com o espírito que conhece a coroação, pois a presunção impede qualquer progresso».
       «Toda a criação esta contida no chamado do coração. Toda a expansão cósmica está permeada com um chamado, e o coração do Cosmos e o Coração do Arhat estão cheios do chamado. O chamado e a resposta são uma combinação de fogos cósmicos… O Coração da Nossa Fraternidade guarda para a humanidade o caminho para o Bem Geral» (Hierarquia).
       Cada um deve encontrar a chave para o Ensinamento em seu próprio coração. A compreensão do Ensinamento da Vida deveria inaugurar a criatividade do espírito. A Imagem do Mestre pode fornecer um caminho iluminado para o espaço cósmico. Assim, quando aceitamos dentro de nossos corações a Imagem escolhida, não se inflamam de amor por todos os nossos corações? A Matéria Lúcida criativa veste o espírito elevado, mas esta energia é gerada pelo amor. Todo o Cosmos está suspenso pelo amor. O amor é o maior ímã.
       Meu amor por todos vocês e meu entusiasmo em relação ao seu progresso dizem ao meu coração que mostre a necessidade de melhorar… Agora, uma sugestão geral. Ao aplicar esta sugestão, vocês devem lembrar-se do mandamento do Mestre: «Seja severo com você mesmo e abra seu coração ao seu irmão. Só o olho benevolente pode criar». O Mestre sempre aconselha que se aplique o Ensinamento, antes de mais nada, a si próprio; de outro modo, você continuará no mesmo degrau. «É lamentável quando o espírito, depois de realizar seu circulo de vida, retorna ao mesmo ponto. É triste quando o espírito estabelece para si os mesmos limites, e suas criações, como fiéis companheiras de viagem, devem esperar no portão».
       Acima de tudo, desenvolvam o sentido de justiça e comensuração. Estas duas qualidades medem-se pelo coração. Portanto, comecem a pensar no coração para que se lembrem dele e atendam ao seu chamado. O ímã do coração cresce com a sinceridade e a aspiração. Não há nada abstrato nisto porque todas as energias mais puras passam pelo coração — todas as energias mais puras, as mais poderosas, e mais criativas. Mas para atrair estas energias criativas, devemos acender nossos próprios fogos. Assim, desenvolvam todos os seus fogos! Mas não confundam sentimentalismo, aquela bondade chorona, com a manifestação austera, sábia, do coração. Lembre-se do que o Ensinamento diz sobre compaixão e piedade. Amem uns aos outros, cuidem uns dos outros, e dêem alegria uns aos outros.




Nenhum comentário:

Postar um comentário