SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


domingo, 20 de abril de 2014

CONSCIÊNCIA CRÍSTICA

Todo tempo é tempo...mas agora na Páscoa possamos, quem sabe, nos lembrar de iniciar ou expandir o trabalho sobre nós mesmos, no sentido da nossa consciência crística...
Consciência Crística é o conjunto de valores que Cristo possuía sobre as coisas deste mundo. Alinhar-se à consciência crística é passar a viver por estes valores, é passar a ver as coisas pelo mesmo prisma que ele via.
A premissa básica, que dá início a este trabalho interno, é saber que ‘Cristo é o amor em ação’. E o que significa isto? Que bastaria a nós todos trocarmos as múltiplas interpretações que temos da vida, do mundo, pelo ‘amar’. Como pode se dar isto se vivemos num mundo regido por valores individuais e transitórios, que são fundamentados pelo egoísmo e pelo amor a si mesmo acima de tudo? É preciso que nos perguntemos e tentemos encontrar as respostas...
Como seria este amor de Cristo?
Para conhecer este amor, este ‘amar’, precisamos deixar de compreender Cristo numa visão humana: aquele que veio para ‘como num passe de mágica’ fazer aquilo que queremos e pedimos, ou seja, para que possamos ganhar algo. E passar a compreender que Cristo não veio ao mundo para servir ao ser humano, como instrumento para que cada um alcance o que quer e gosta, mas para mostrar o caminho que cada um deve trilhar internamente, para chegar a Deus: o caminho onde se vive o ‘amar incondicional’, o caminho onde se vive o ‘seja feita a Vossa vontade assim na terra como no céu’.
Portanto Cristo veio para destruir a visão humana que o ser vive e que o afasta do Todo. Veio para acabar com a cegueira do ser humano que a tudo vê com os olhos da carne. Para que possa passar a ver ‘com os olhos do espírito’. E vivenciar a essência das coisas e não os valores materiais delas. 
Aquele que alcança a visão espiritual e com isso deixa de ser cego, é aquele que deixa de vivenciar as coisas materiais pelos valores humanos que são aplicados a elas. Considerando coisas materiais tanto objetos como pessoas, como acontecimentos...E passa a vivê-las pelos valores da essência.
Considerando essência como aquilo do que cada ação ou elemento é composto. A essência é a força que gera os acontecimentos e faz os seres serem da forma como são.  A essência se expressa no sentimento que está por detrás das palavras e das ações. Nos sentimentos está a verdadeira realidade, não nas formas. Somos nós, seres humanizados, quando vivenciamos os acontecimentos sem amar, que criamos uma essência dita negativa para um acontecimento. Nada do que ocorre no Universo pode ser considerado negativo, pois tudo é emanação de Deus, que é a Inteligência Suprema, a Justiça Perfeita e o Amor Sublime.
Tudo o que ocorre é instrumento perfeito para nossa evolução.
Vivendo o ensinamento do Pai-Nosso conseguiremos trilhar o caminho que nos permite cumprir o nosso 'a que viemos': ser o amor em ação.
Será possível isto?



Nenhum comentário:

Postar um comentário