SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


sábado, 25 de janeiro de 2014

COMO VIVENCIAR AS CONTRARIEDADES
síntese da mensagem trazida pelo amigo espiritual Joaquim http://meeu.com.br/ceu/05-agressoes-verbais/

Contrariedade pode ser entendida como qualquer divergência de opinião, qualquer divergência de compreensão.
Todo ser humano é uma personalidade composta por um conjunto de verdades, conceitos, informações, crenças, que são únicas e exclusivas de cada um. Não haverá nunca dois seres humanos iguais, ou seja, não existem duas personalidades que possuam o mesmo conjunto de verdades em gênero, número e grau.
É portanto uma condição exclusiva de cada ser.
É evidente que, quando duas personalidades, ou seres humanos, se encontram, sempre há um choque. Um choque de verdades, um choque de hábitos, um choque de costumes, um choque de temperamentos. Sempre há! São dois seres antagônicos, dois seres que possuem o seu conjunto de verdades individuais.
Além disso, todo ser humano por característica é egoísta. É uma propriedade íntima de todo ser humano.
Ser egoísta é pensar em si antes do outro, pensar a partir de si, de seu conjunto de verdades. Querer se sobrepor ao outro. Isso é ser egoísta.
Ser egoísta é viver a partir de um eu, acreditando no eu e querendo que o eu tenha a palavra final da coisa.
Esta é a natureza humana do ser humano.
Portanto, o processo mental de dois seres humanos, quando frente a frente, conversando um com o outro, é este: a partir das suas verdades, querendo defender as suas verdades e querendo que o outro compre as suas verdades.
Quando uma afirmação é feita, o outro naturalmente, por sua natureza egoísta, se defende de sua afirmação, reagindo a ela.
Aquele que tem consciência, não sente nisso uma agressão verbal, mas sim uma defesa dele ao seu argumento.
Ninguém ataca ninguém...todos se defendem de você!
Você já viu alguém ficar contrariado se o que você diz é o que ele pensa??? Claro que não!
Ele só se sente contrariado e só rebate o que você fala, quando o que você fala atacou o que ele acredita...
Então ele não lhe ataca de volta. Ele se defende. Ele não quer que a sua verdade perca, porque ele é egoísta por natureza.
Essa é uma compreensão importante para o espiritualista!
Saber que no mundo, tudo e todos são personalidades individuais egoístas e por isso, quando acontece uma contrariedade, se defendem de você.
Sabendo disso, o espiritualista pode NÃO escolher sentir-se magoado, sentir-se infeliz, sentir-se atacado pelo outro.
Ele, quando ouve o que o outro fala, com a atenção plena ao que sua mente produz, ao invés de corroborar com o próximo ataque, que é uma nova defesa que a sua mente está armando, ele diz: ‘Para! não tenho que atacar...ele é um ser humano...ele tem o direito de acreditar em outra coisa’. Novamente doar a razão...
O ser humano que não busca a Deus, vive de uma forma....e o ser humano que busca a Deus vive de outra....
O ser humano que vive pelos valores do espirito, jamais aceita a idéia de ter sido agredido verbalmente. Mas sabe apenas que o outro se defendeu dele.
Com isso pode manter-se em paz, em felicidade e em harmonia...Com isso estará amando a Deus sobre todas as coisas... e estará amando o próximo como a si mesmo...
Ao invés de viver na contrariedade, ao invés de viver no sofrimento, ao invés de viver no sentir-se agredido... 



Nenhum comentário:

Postar um comentário