SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


quinta-feira, 3 de outubro de 2013

O FOGO
"O que sentimos diante do fogo? Existe algo no movimento das chamas que nos incita a sairmos do chão, a abandonarmos o mundo da multiplicidade para voltarmos à unidade. Sejam quais forem os objetos que nos mantém em baixo, há sempre um momento em que é preciso deixar o mundo da multiplicidade para pegarmos o caminho para o alto. É assim que reconstituímos a unidade do nosso ser. Após a dispersão, sempre devemos voltar a nos centrarmos em nós mesmos e subir.
As chamas se elevam para o céu e as cinzas ficam no chão. Aqueles que observam um fogo percebem o mistério, mas será que compreendem o seu ensinamento? Quantos gostariam que as cinzas também subissem para o céu! Com isso, eu quero dizer que, na maioria das vezes, os seres humanos procuram projetar os valores pesados e terrenos para o alto. Eles permitem que esses
valores governem a sua vida, obstruindo assim o processo natural. Mas não, para nos elevarmos como o fogo, devemos abandonar os nossos interesses materiais, egoístas, e colocar toda a nossa vontade e todas as nossas faculdades a serviço do princípio divino em nós."
Omraam Mikhaël Aïvanhov

Nenhum comentário:

Postar um comentário