SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


quinta-feira, 20 de novembro de 2014

AGNI IOGA


Cada era escolhe o Ensinamento que lhe corresponde. Nesta hora, todos os Ensinamentos anteriores assumem uma imagem completamente deturpada. Mas cada fase do Ensinamento não exclui a anterior. Nesta continuidade sente-se a corrente única da mesma energia. Ao chamá-la de energia psíquica, falamos da mesma Sofia do mundo helênico, ou da Sarasvati dos hindus; o Espírito Santo dos cristãos manifesta sinais da energia psíquica, da mesma maneira como o criativo Adonai de Israel, e Mitra, cheio do poder solar. Certamente, ninguém duvida que o fogo de Zoroastro é o fogo do Espaço estudado pela Agni Ioga.
O refinamento do Coração como um caminho para os Mundos Ardentes e o Conhecimento Direto são a base para o trabalho em Agni Ioga. Distinta das outras Yogas, a Agni Yoga não é baseada em práticas corporais e nem em exercícios de meditação, embora o   estudante possa até adotar alguma prática complementar à sua rotina.
Agni Yoga visa fundamentalmente desenvolver o Elemento “Agni” (Fogo, em sânscrito) que pulsa no Coração de cada ser humano vivente. Não importa classe social, etnia, religião ou nível de escolaridade: cada um de nós nascemos, crescemos e temos o potencial criativo de expandir o próprio pensamento através da nossa ação no mundo. É nossa atitude que mostra quem realmente somos! Nosso elemento Agni é o que nos faz sermos mais inspirados, autênticos, belos e ousados. Agni é a nossa genialidade que toma forma concreta no mundo e contribui para o bem estar de todos os seres, a exemplo das invenções cientificas, criações artísticas e alternativas sustentáveis. Independente da função social, profissão ou oficio, toda nossa ação deve ser inspirada na Beleza e respeitar os valores humanos.
Agni Yoga começou a ser desenvolvida em 1920 pela pianista e escritora russa Helena Ivanovna Roerich (1879 – 1955) a qual compilou uma Série de 17 livros de Agni Yoga a partir de seus diálogos com o Mestre Morya. Pode ser entendida como um sistema de pensamento inspirado em filosofias e religiões de todo o mundo, o qual oferece reflexões contundentes sobre valores éticos, Beleza e Cultura a serem aplicados à vida diária e, por isso, também é chamada de Ética Viva.









Nenhum comentário:

Postar um comentário