SINTONIA . CONHECIMENTO DIRETO . CELEBRAÇÃO fortalecimento interno . consciência . integração . agni@agni-ec.com.br


sábado, 9 de março de 2013


OS ‘BENDITOS’  E A RESSONÂNCIA HARMÔNICA
     O princípio da ressonância harmônica é um princípio de transmissão de informação. O canto soa e ressoa em cada um, reverberando em seu ser. E retorna cheio de informação. Isto é reverberar. Significa dar e receber. É a definição da comunicação que é sempre simultânea e acontece pelo menos entre dois agentes. Qualquer comunicação implica uma troca de informação.
Fala-se sobre a ‘era da informação’, mas o que é informação?
      Da perspectiva dos harmônicos ressonantes, informação é a forma-veículo de qualidades de energia que fluem entre dois agentes ou dois grupos. Como um soar novamente, a ressonância é informação.
    A essência da informação, portanto, não é seu conteúdo, mas a sua ressonância. Por isso que sentir as coisas é importante. Sentir a ressonância da informação que chega faz criar com juntamente um campo ressonante.
    A informação é energia estruturada conforme o receptor ao qual ela se destina. Ouvimos música, “ondas sonoras que se propagam no espaço”, e em algum lugar dentro de nós experimentamos uma carga emocional. Ocorreu uma transdução _ a transformação do som, que é um tipo de informação, em energia emocional, um outro tipo de informação.
    Compreendendo todos os campos do sentido, a harmonia é a sincronização de dois ou mais tons. A habilidade em sincronizar tons e sintetizar campos do sentido é tanto uma arte como uma ciência.
    Sem dúvida que a harmonia é uma ciência. Aqueles que praticam essa ciência são os verdadeiros artistas, os profetas da harmonia, pois são eles que transmitem _ não como doutrina, mas como realidade mesma_ o princípio da ressonância harmônica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário